Pesquisas de casperianas sobre fotografia e fotojornalismo ganham destaque

Por: Bruna Miato, do Núcleo de Mídias Digitais

Alunas da pós-graduação ganham prêmios e apresentam suas pesquisas em congressos

Três alunas da Faculdade Cásper Líbero participam de congressos pelo país com suas pesquisas sobre fotografia e fotojornalismo, todos orientados pela Profa. Dra. Simonetta Persichetti, docente do Programa de Mestrado e do curso de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero. Conheça essas casperianas!

 

Laura Duarte Uliana
Pesquisa: “Violência ou informação: a estética do fotojornalismo na contemporaneidade”

Foto: Arquivo Pessoal

Laura Duarte Uliana recebeu menção honrosa na categoria Iniciação Científica do Prêmio Adelmo Genro Filho (PAGF) 2018, concedido anualmente pela Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor).

Com seu Trabalho de Conclusão de Curso sobre “Violência ou informação: a estética do fotojornalismo na contemporaneidade”, Laura abordou o tema por meio de um estudo de caso das imagens do fotógrafo brasileiro Maurício Lima feitas no Afeganistão durante os 65 dias que o fotojornalista passou no país.

Ela explica que todos os dias somos bombardeados por fotografias (e outros tipos de imagens) em diversos meios, sejam eles jornalísticos ou não. Para a pesquisadora e agora mestranda da Cásper, as imagens analisadas de dor e sofrimento não foram feitas para serem mórbidas ou machucar; elas nos obrigam a olhar para o sofrimento e ser solidário com a pessoa que sofre.

 

Deysi Cioccari
Pesquisa: “Armas, ódio, medo e espetáculo em Jair Bolsonaro”

Foto: Arquivo Pessoal

A pesquisa de pós-doutorado de Deysi Cioccari sobre o tema “Armas, ódio, medo e espetáculo em Jair Bolsonaro” foi selecionada para ser apresentada no Congresso da Uniso, em Sorocaba.

Além da resposta positiva sobre a seleção do trabalho, ao chegar no evento Deysi foi surpreendida com o prêmio Maria Lúcia de Amorim Soares que recebeu na categoria de pesquisador (a) de pós-graduação.

Sobre sua pesquisa, a jornalista explicou que a imagem não é construída só por fotografias, e sim a partir do personagem como um todo, em seus discursos, gestos e atitudes em público. Ela afirma ainda a influência da mídia nesse processo de criação de imagem de uma pessoa.

 

Daniela Moura
Pesquisa: “Modos de ver o território a partir das fotografias de mulheres publicadas no projeto Everyday Brasil”

Foto: Arquivo Pessoal

O trabalho de Daniela Moura, também aluna do Mestrado, foi selecionado para os painéis de apresentações acadêmicas no II Colóquio da Universidade Federal da Bahia, que acontecerá em novembro. O tema de sua pesquisa é “Modos de ver o território a partir das fotografias de mulheres publicadas no projeto Everyday Brasil”.

Daniela tratou sobre a construção de imaginário social através de fotografias de territórios tiradas por mulheres, numa perspectiva de resistência. Ela explica que, diferentemente do fotojornalismo valorizado pela objetividade, essas fotos se estabelecem numa lógica de não recriar uma representação única do território, mas diversas, dando autonomia representativa ao fotógrafo.

Laura, Deysi, Daniela e Simonetta, junto de outros pesquisadores casperianos, além de nos encherem de orgulho com suas pesquisas e prêmios, vêm criando na Cásper um polo para o estudo de fotografia e imagem.